Assine nossa Newsletter e fique por dentro  das novidades

 © 2019 Hellen Carolina - 16.553.325/0001-31, - Todos os direitos reservados.

  • Hellen Carolina

Hellen Carolina engajada na causa do câncer de mama





Depois de colocar na passarela diferentes tipos de corpos para desfilarem sua criações da coleção Atacama, mostrando que moda mais do que revelar corpos revela atitude, Hellen Carolina se mostra engajada em mais uma missão. É dela a ideia de atender um outro perfil de mulheres. Sensível à causa do câncer de mama e consciente da necessidade de se falar cada vez mais do assunto como forma de prevenção, Hellen convidou duas mulheres que passaram pela doença para receberem modelos de sua linha beachwear. Uma delas passou pela mastectomia (retirada do seio) em 2017 e tem previsão de reconstrução mamária para 2020. Até lá, usa um expansor (uma espécie de prótese vazia sob a pele para promover, gradualmente, a expansão do tecido, até que seja possível realizar a cirurgia para implante da prótese). Ela será presenteada por Hellen com um modelo de biquíni já existente em sua coleção que atende às suas necessidades, e vai poder se sentir mais segura e autoconfiante.

A outra mulher que será contemplada com um modelo de praia Hellen Carolina passou pela mastectomia unilateral (retirou um dos seios). Para esta, Hellen vai adaptar um biquíni já existente em sua coleção para garantir todo o conforto e ajudar a manter a autoestima em alta nessa fase tão delicada. E autoestima é fundamental para enfrentar bem cada fase do tratamento. Hellen se entusiasma ao falar da proposta. "É uma imensa alegria poder presentear estas mulheres guerreiras da nossa região. Para mim, um presente também por aprender tanto com elas e com suas experiências de vida", destaca.

No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres no país (excluídos os tumores de pele não melanoma). Para 2019, foram estimados 59.700 casos novos, o que representa uma taxa de incidência de 51,29 casos por 100 mil mulheres. E sabendo disso, Hellen reforça a necessidade de se falar no tema. "Com esse gesto, acredito que vamos atingir mais mulheres no que se refere à prevenção do câncer, tão importante para que a cura seja uma realidade cada vez mais presente em mais vidas", salienta Hellen Carolina.


#outrobruorosa

19 visualizações